A BM&F e os tipos de mercado

Retornar para Mercados Futuros

A Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM&F) foi fundada em julho de 1985 e os pregões começaram a funcionar no dia 31 de janeiro de 1986.

A BM&F é regulada pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM) obedecendo ao disposto na legislação civil e às normas especificamente aplicáveis às suas atividades. 

A BM&F foi criada para desenvolver, organizar e operacionalizar mercados livres e transparentes para negociação de títulos e/ou contratos que possuam como referência ativos financeiros, índices, indicadores, taxas, mercadorias e moedas, nas modalidades a vista e de liquidação futura. Para tanto, efetua o registro, a compensação e a liquidação, física e fi`nanceira, das operações realizadas em pregão de viva voz ou em sistema eletrônico.

Para atingir esses propósitos, mantém local e sistemas próprios para negociação, registro, compensação e liquidação de operações de compra e de venda e, para divulgação rápida e abrangente das transações realizadas, dotando-os das facilidades e dos aprimoramentos tecnológicos necessários. No desenvolvimento dessas atividades, a BM&F criou mecanismos e normas para o acompanhamento e a regulação de seus mercados e também para assegurar aos participantes o adimplemento das obrigações assumidas naqueles sistemas de negociação, registro, compensação e liquidação.

Os mercados da BM&F são:

  • Futuro
    Em que as partes assumem compromisso de compra e/ou de venda para liquidação (física e/ou financeira) em data futura, contando com o ajuste diário.
  • Em que uma parte adquire de outra o direito de comprar (opção de compra) ou vender (opção de venda) o instrumento-objeto de negociação, até ou em determinada data, por preço previamente estipulado.
  • Opções sobre futuro
    Em que uma parte adquire de outra o direito de comprar (opção de compra) ou vender (opção de venda) contratos futuros de um ativo ou commodity, até ou em determinada data, por preço previamente estipulado.
  • Opções flexíveis
    Semelhantes às opções de pregão (sobre disponível e sobre futuro), com a diferença de que são as partes que definem alguns de seus termos, como preço de exercício, vencimento e tamanho do contrato. São negociadas em balcão e registradas na Bolsa via sistema eletrônico, com as partes também determinando se o contrato de opção opção É um instrumento que dá a seu titular, ou comprador, um direito futuro sobre ações ou contratos futuros, mas não uma obrigação; e a seu vendedor, uma obrigação futura, caso solicitado pelo comprador da opção.de compra ou de venda terá ou não a garantia da BM&F.
  • Swaps
    Como as opções flexíveis, são contratos negociados em balcão e registrados na BM&F via sistema eletrônico. Nesse caso, as partes trocam um índice de rentabilidade por outro, com o intuito de fazer hedge, hedge Estratégia de proteção financeira, realizada nos mercados derivativos, para eliminar o risco a que o agente econômico está exposto no mercado à vista. Consiste em assumir no mercado derivativo posição oposta à detida no mercado à vista. Pode ser entendido como um seguro contra o risco de preço do mercado.casar posições ativas com posições passivas, equalizar preços, arbitrar mercados ou até alavancar sua exposição exposição Parcela de uma carteira cujo valor financeiro está sujeito às oscilações de um determinado ativo, índice ou mercado. ao risco. Os contratos têm grande flexibilidade de especificação (baixa padronização). Para tanto, as partes devem escolher a combinação de variáveis apropriada a sua operação e definir as características do contrato, como preço, prazo e tamanho, optando igualmente pela garantia ou não da Bolsa.
  • Semelhante ao mercado futuro, em que é assumido compromisso de compra e/ou venda para liquidação em data futura. No mercado a termo, mercado a termo Aquele em que é assumido compromisso de compra e/ou venda para liquidação em data futura, ficando as partes compradora e vendedora vinculadas uma à outra até a liquidação do contrato.porém, não há ajuste diário nem intercambialidade de posições, ficando as partes vinculadas uma à outra até a liquidação do contrato.
  • Disponível (à vista ou spot)
    Modalidade reservada apenas a alguns ativos ou commodities, cujos contratos têm liquidação imediata. Com isso, a Bolsa pretende, ao mesmo tempo, fomentar os mercados futuros e de opções, por meio da formação transparente de preços que resulta da negociação a vista, e colaborar para o desenvolvimento dos mercados físicos dos produtos-objeto de seus contratos.
  • Operações Estruturadas
    Permitem a negociação de estratégias que incluem dois ou mais contratos - futuros e opções - ou uma combinação entre vencimentos destes. Trata-se de estratégias cuja execução se torna bastante complexa caso se opte por negociá-las contrato por contrato, o que se traduz em alto risco operacional. Ao se negociar a estratégia completa por intermédio de uma única apregoação - com os procedimentos de quebra entre os contratos envolvidos realizados automaticamente pela BM&F -, elimina-se esse risco e aumentam-se a liquidez das operações de hedge. Dentre as operações estruturadas estão as de volatilidade. Medida de risco que um fundo apresenta com relação ao valor de suas cotas diárias.de índice de ações, de taxa de câmbio e de taxa de juro, os forward rate agreements e os forward points (por exemplo, a negociação do futuro de taxa de câmbio com diferencial em relação à cotação spot).
  • Outros derivativos
    Incluem alternativas em relação aos swaps e às opções flexíveis comuns, dentre as quais opções com barreiras e swaps com marcação a mercado e ajustes financeiros, que podem ser periódicos ou acionados de outra forma, estabelecida entre as partes. 
    Uma das condições necessárias ao perfeito funcionamento dos mercados financeiro e de capitais é a garantia aos seus participantes de que seus ganhos serão recebidos e de que suas operações de compra e venda serão liquidadas nas condições e no prazo estabelecidos. Isso é proporcionado, pelas câmaras de registro, compensação e liquidação, ou clearings, mediante um sistema de compensação que chama para si a responsabilidade pela liquidação dos negócios, transformando-se no comprador para o vendedor e no vendedor para o comprador, com estruturas adequadas ao gerenciamento de risco de todos os participantes.
  • Margem de Garantia
    Estabelece o valor do depósito de ativos exigido sempre que um investidor abre sua posição, não importanto de comprada ou vendida. Esse valor é fixado pela BM&F com base na volatilidade, isto é, na variabilidade do preço do contrato. Constitui uma proteção contra a possibilidade de não pagamento de perdas ocorridas ao negociar contratos.

    Organograma de uma operação: