Perguntas Frequentes

Confira quais são as principais dúvidas relacionadas à Bolsa de Valores e suas respectivas respostas.

Conta Margem

  • Antes de utilizá-la pela primeira vez, o investidor deverá ler e assinar eletronicamente um termo de adesão, através do menu Investimentos / Conta Margem. Após a adesão, o limite será disponibilizado no mesmo dia e ficará disponível automaticamente para futuras operações.

  • Conta Margem é um limite de crédito que possibilita ao investidor aproveitar melhor as oportunidades do mercado, alavancando sua carteira ao comprar novas ações sem se desfazer da posição atual. A Conta Margem transforma o valor de suas ações em garantia e, com isso, gera um limite de crédito que você pode utilizar quando quiser para compras no mercado à vista. O limite de crédito para compra de ações é de, no máximo, 90% do valor da carteira.
  • Sim. No day trade, não há cobrança da taxa de juros. Pela operação ser realizada no mesmo dia, não acumula saldo negativo na liquidação que ocorre em três dias úteis (D+3).
  • Não, por instrução do Banco Central não é permitida a cobrança de tarifas sobre a conta investimento, portanto, ela não pode ficar negativa. A Conta Margem será habilitada apenas na Conta Movimento.
  • Confira abaixo a lista de ações que geram limite e o valor de lastro que compõe.
    http://www.cblc.com.br/cblc/ControleRisco/Limgar/FormLimGarResultado.asp?Tit=7&Lang=1
  • Confira abaixo a lista de ações que ser adquiridas com recursos provenientes da Conta Margem.
    http://www.cblc.com.br/cblc/ControleRisco/ContaMargem.asp?tit=7

    A Conta Margem não servirá para a compra de qualquer outra ação não integrante dessa lista, para a compra de opções, participação em oferta pública, subscrição, prejuízo de Day-Trade (no mercado à vista ou de opções) ou quaisquer operações de risco.
  • Os custos de conta margem irão incidir apenas quando o cliente não depositar o recurso referente à compra financiada até o D+3, que é o dia da liquidação financeira da compra de ações efetuada. Os encargos e impostos serão cobrados na data da liquidação, quando ocorrer a amortização do débito.
    • Juros: 3,99% ao mês sobre o saldo devedor, proporcional aos dias úteis do mês
    • IOF: 0,0041% ao dia sobre o valor que está sendo financiado, calculado por dias corridos.
    • IOF adicional: 0,38% a cada novo financiamento.